Resultados da Saab no período de Janeiro a Junho de 2016

A empresa de defesa e segurança Saab apresenta seus resultados para o período de janeiro a junho de 2016.

Mensagem do Presidente e CEO, Håkan Buskhe:

Situação do mercado
A crescente turbulência no mundo todo tem impactado o mercado de defesa. Como consequência da restrição orçamentária, a Saab tem visto um aumento na demanda de curto prazo por soluções de defesa através de produtos e soluções de menor custo. Isso torna mais importante do que nunca os nossos esforços de aumento da eficiência e redução do tempo de resposta (lead time). O foco da Saab divide-se entre o aproveitamento das oportunidades do mercado e a execução de diversos grandes projetos.

Forte crescimento da carteira de pedidos 
No primeiro semestre de 2016, a Saab conquistou diversos novos contratos, com destaque para contratos de vigilância aérea, munição para o sistema de armamento Carl-Gustaf e o desenvolvimento e produção do novo Sistema de Torpedos Leves para o governo sueco. A carteira de pedidos atingiu MSEK 11.462, em comparação a MSEK 18.996 no ano anterior. É importante destacar que o resultado do primeiro semestre de 2015 havia sido impactado pela encomenda da Administração de Materiais de Defesa da Suécia (FMV) de submarinos A26 e da reforma de submarinos classe Gotland, no valor total de SEK 8,6 bilhões. Ao final do período, a carteira de pedidos atingiu MSEK 111.593.

Gripen E oferece novas funções de defesa
O Gripen E foi apresentado em 18 de maio. Os usuários do Gripen E podem permanecer mais tempo em voo, contando ainda com melhores sensores e equipamentos eletrônicos de guerra, que fornecerão maior inteligência sobre o inimigo, além de carregar mais e melhores armamentos. Ao mesmo tempo, o Gripen E é altamente eficiente em termos de custo. As entregas da última geração de caças Gripen para a Suécia e o Brasil terão início em 2019.

Aumento das vendas
A receita bruta atingiu MSEK 13.854 no primeiro semestre, um aumento de 22%.

Todas as unidades de negócio registraram aumento de receita no período. O crescimento está associado principalmente ao programa Gripen, na unidade de negócios Aeronautics, um pedido recebido em 2015 por uma nova versão do sistema de vigilância aérea GlobalEye, nas unidades de negócios Surveillance e Support and Services, e ao desenvolvimento do submarino A26 pela unidade de negócios Saab Kockums.

O lucro operacional atingiu MSEK 611 (367) no primeiro semestre do ano, acompanhado de margem operacional de 4,4% (3,2). Com exceção das unidades Industrial Products and Services e Saab Kockums, todas as unidades de negócio registraram aumento da margem operacional. Nesse sentido, o destaque foi a unidade de negócios Dynamics, com o maior aumento do lucro bruto, explicado por um número maior de entregas e mudança no mix de produtos.

O lucro bruto foi impactado mais uma vez pelos investimentos no desenvolvimento de um novo simulador de treinamento de aviões a jato em parceria com a Boeing (programa T-X), bem como por diversos grandes projetos em estágio incipiente, quando é esperado um nível menor de lucro.

Sólido fluxo de caixa
O fluxo de caixa operacional no primeiro semestre foi de MSEK 4.193 (-1.806). O fluxo de caixa foi fortalecido em diversas áreas. O aumento está relacionado principalmente a grandes pagamentos ligados ao fluxo de pedidos do Gripen e do pedido de GlobalEye.

A dívida líquida atingiu MSEK 405 ao final do período, comparada a uma dívida líquida de MSEK 3.217 no final de 2015.

Projeções inalteradas para 2016:

  •  Em 2016, esperamos crescimento da      receita em linha com o objetivo financeiro de longo prazo da Saab:      crescimento orgânico anual da receita de 5%.
  •  A margem operacional em 2016, excluindo itens      não recorrentes, deve permanecer em linha com 2015.

Destaques financeiros

MSEK 

Jan-Jun 2016 

Jan-Jun 2015 

Var. % 

2T16 

2T15 

Exerc. 2015 

Pedidos

11.462

18.996

-40

6.848

14.196

81.175

Carteira de pedidos

111.593

67.853

64

   

113.834

Vendas

13.854

11.329

22

7.064

5.940

27.186

Receita bruta

3.080

2.674

15

1.569

1.358

6.486

Margem bruta (%)

22,2

23,6 

 

22,2

22,9

23,9

EBITDA

 1.075

 830

 30

 551

 392

 2.859

Margem EBITDA (%)

 7,8

 7,3

 

 7,8

 6,6

 10,5

Receita operacional (EBIT)

611

367

66

317

157

1.900

Margem operacional (%)

4,4

3,2

 

4,5

2,6

7,0

Lucro líquido

414

257

61

191

167

1.402

Lucro diluído por ação (em   SEK)

3,71

2,21

 

1,71

1,42

12,79

Retorno sobre o patrimônio   líquido (%)

13,0

8,6

     

11,5

Fluxo de caixa operacional

4.193

-1.806

 

1.137

-1.001

-500

Fluxo de caixa livre

4.051

-2.082

 

1.096

-1.141

-726

Fluxo de caixa livre diluído   por ação
  (em SEK)

37,91

-19,57

 

10,25

-10,72

-6,82

Para mais informações e explicações com relação à utilização dos principais indicadores, acesse http://saabgroup.com/investor-relations/financial-data/key-ratios/

 

A imagem do link está disponível para download: http://news.cision.com/saab/i/hakan-buskhe,c1936691

 

 

Para mais informações, por favor, entre em contato:

 

Aline Alves

aline.alves@publicisconsultants.com

+55 11 3169-9323

 

Saab Press Centre,

+46 734 180 018
presscentre@saabgroup.com

 

Relações com Investidores Saab, Ann-Sofi Jönsson, +46 (0) 734 187 214

www.saab.com/br

facebook.com/saabdobrasil

Siga-nos no Twitter: @saabdobrasil

 

A Saab atende o mercado internacional com produtos, serviços e soluções líderes globais nos segmentos de defesa militar e segurança civil. A empresa conta com operações e funcionários em todos os continentes do mundo. Por meio de um pensamento inovador, colaborativo e pragmático, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender a todas as necessidades de seus clientes. 

As informações aqui contidas são de divulgação obrigatória pela Saab AB de acordo com o Regulamento de Abuso do Mercado da UE (EU Market Abuse Regulation) e a Lei do Mercado de Títulos e Valores Mobiliários (Securities Markets Act). As informações aqui contidas foram publicadas no dia 17 de julho de 2016 às 07:30 horas (CET) através da agência ou contato mencionado acima.