Saab e Brasil assinam contrato para o Gripen NG

A empresa de defesa e segurança Saab assinou um contrato com o Governo Federal Brasileiro (Ministério da Defesa por meio do Comando da Aeronáutica (COMAER) para o desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen NG para a Força Aérea Brasileira. O valor total do pedido é de aproximadamente 39,3 bilhões de coroas
suecas. A Saab e o COMAER também assinaram um acordo de Cooperação Industrial para entregar a transferência de tecnologia substancial da Saab para a indústria brasileira.

Em 18 de dezembro de 2013, o Brasil escolheu o Gripen NG para ser seu caça de última geração, por meio do programa de avaliação F-X2. Desde então, todas as partes têm negociado para fechar um contrato. O anúncio de hoje marca a conclusão bem-sucedida desse processo.

A Saab e o COMAER assinaram um contrato de desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen NG, mais os sistemas e equipamentos relacionados. O programa inclui 28 unidades Gripen NG de assento único e oito de assento duplo. O valor total do pedido é de aproximadamente 39,3 bilhões de coroas suecas.

A Saab e o COMAER também assinaram um contrato para projetos de cooperação industrial, incluindo a transferência de tecnologia para a indústria brasileira, com duração de aproximadamente dez anos.

"Estamos orgulhosos de ficarmos lado a lado com o Brasil nesse importante programa. Já há uma história duradoura e bem-sucedida de cooperação industrial entre nossos países, e esse acordo histórico leva essa parceria a um novo patamar", diz Marcus Wallenberg, Presidente do Conselho de Administração da Saab.

O acordo com o COMAER para o Gripen NG e o acordo de Cooperação Industrial relacionado entrarão em vigor assim que algumas condições tiverem sido atendidas. Essas condições incluem, entre outras, as autorizações necessárias relacionadas a controle de exportação. Todas essas condições devem ser atendidas no primeiro semestre de 2015. As entregas do Gripen NG para a Força Aérea Brasileira serão realizadas de 2019 a 2024.

"O contrato com o Brasil valida o Gripen como o sistema de caça mais eficiente e moderno no mercado. Isso solidifica a posição da Saab como fabricante líder mundial de caças e reforça nossa plataforma de crescimento", diz Håkan Buskhe, Diretor-Presidente da Saab.

O contrato com o Brasil reforça os laços entre a Saab e a indústria brasileira. A Embraer terá um papel de liderança como parceira estratégica no programa F-X2. Como parte do plano de transferência de tecnologia, a indústria brasileira terá um importante papel no desenvolvimento e será responsável pela produção do modelo Gripen NG de assento duplo para a Força Aérea Brasileira.

O Brasil se une à Suécia ao se tornar o primeiro cliente do modelo Gripen de última geração, que compartilha do mesmo design inteligente e tecnologia inovadora das versões atuais do Gripen. Os caças Gripen estão em serviço operacional atualmente com os suecos, tchecos, húngaros, sul-africanos, a Força Aérea Real Tailandesa e também com a Empire Test Pilots' School (ETPS).

O Gripen da próxima geração atende às demandas do mercado por uma aeronave de combate sofisticada e flexível com custos sustentáveis. A aeronave proporciona mais impulso, alcance estendido e resistência, maior capacidade para armas, novos sensores, incluindo um avançado radar AESA, sistemas eletrônicos de guerra altamente efetivos e comunicações multifuncionais.

O Gripen NG para o Brasil e o Gripen E para a Suécia compartilham todos os atributos do design do Gripen de última geração, porém também são adaptados para as exigências nacionais específicas de cada país. Os compromissos da Suécia e do Brasil garantem o futuro industrial e operacional do Gripen no escopo temporal de 2050.

Para obter mais informações, entre em contato com:
Assessoria de Imprensa da Saab
+46 (0)734 180 018
presscentre@saabgroup.com

www.saabgroup.com
www.saabgroup.com/Twitter
www.saabgroup.com/YouTube

A Saab atende ao mercado global com produtos, serviços e soluções líderes no mundo, que variam de defesa militar a segurança civil. A Saab possui operações e funcionários em todos os continentes e desenvolve, adota e aprimora constantemente novas tecnologias para atender às constantes necessidades de mudanças dos clientes.

As informações são as que a Saab AB é obrigada a declarar pela Securities Business Act e/ou pela Financial Instruments Trading Act. As informações foram apresentadas para publicação em 27 de outubro de 2014, às 06h30 (CET).