Gripen E Projetado para resistir ao tempo

Nada proporciona mais prazer aos pilotos do que trabalhar em um caça moderno. Porém, poucos pilotam aeronaves capazes de evoluir e de se adaptar a um futuro desconhecido.

Equipado com um sistema de armas mais flexível que nunca e capaz de voo em supercruzeiro, o Gripen E tem tudo para ser recomendado. Possui um turnaround operacional invejável de 10 minutos e é parte de um programa de caças que atende a prazos e orçamentos - um motivo de orgulho para a Saab e uma raridade no setor. Entretanto, os recursos mais impressionantes do Gripen E estão ocultos no projeto da aeronave.

Um passo à frente

Seu sistema modular e a aviônica aberta garantem que o Gripen E esteja sempre pronto para qualquer missão. "Computadores, processadores e eletrônicos estão evoluindo continuamente, e é importante que você possa atualizá-los na medida em que novas tecnologias surgem no mercado", afirmou Hans Einerth, Comandante de Ala da Saab e piloto de testes do Gripen. O sistema do Gripen E foi desenvolvido especificamente tendo em mente os avanços futuros. Ao isolar os sistemas que influenciam as capacidades essenciais de voo, o sistema de aviônica aberta permite a integração com produtos já existentes.

"O piloto do futuro terá que ser capaz de atualizar continuamente hardwares e softwares, e não ficar preso em antigas funcionalidades. Isso é cada vez mais importante", comentou Einerth. No início do processo de desenvolvimento do Gripen E, tanto os seus engenheiros quanto os seus estrategistas sabiam que um sistema atualizável poderia assegurar a manutenção da superioridade tecnológica do caça em situações de combate em constante evolução.

Algoritmos avançados

Com o foco no software do sistema, Einerth busca ressaltar a importância da capacidade de atualização dos algoritmos do Gripen, para que os sensores e os links de dados de última geração das aeronaves sejam plenamente utilizados. "Os algoritmos de detecção e rastreamento em nossos sensores necessitam de atualizações constantes, assim como os sensores que estão utilizando informações de diferentes plataformas e sensores", disse. As atualizações de algoritmos auxiliam os sistemas de guerra eletrônica e rastreamento de alvo (tanto o Radar Raven ES-05 AESA quanto o IRST, infravermelho de busca e rastreamento). "O radar continuará sendo o nosso sensor principal no futuro, e é importante ter a capacidade de atualizar os algoritmos de detecção e rastreamento", complementou.

Gripen – em constante evolução

Em um futuro incerto, uma certeza é o fato de que os pilotos que tiverem os sistemas inteligentes mais atualizados estarão na vanguarda. O Gripen é um caça inteligente, construído para evoluir com sistemas prontos para serem atualizados para qualquer eventualidade. Uma mentalidade evolutiva é a essência do Gripen.