Saab 32 Lansen

O desenvolvimento do projeto 1150 da Saab, que acabou se tornando o Saab 32 Lansen, começou de fato em 1948. A aeronave tinha assento duplo, asas baixas e foi projetada para ser uma aeronave de ataque para substituir o B 18.

O Lansen foi a primeira aeronave do sistema Saab com um sistema eletrônico extremamente sofisticado para a época, que incluía um radar. A versão de ataque, o A 32A, e a versão de vigilância, o S 32C, tinham mais ou menos o mesmo sistema eletrônico, mas o S 32C tinha várias câmeras de vigilância em vez do arsenal de armas da versão de ataque. O J 32C, uma aeronave de ataque noturno e para todos os tipos de clima era, para todos os efeitos, uma nova aeronave com um motor substancialmente mais poderoso e um novo sistema de armas.

Um total de 454 aeronaves Lansen foi entregue à Força Aérea Sueca entre 1956 e 1960, propiciando muitos anos de serviço confiável. Depois de cumprir serviço na linha de frente, cerca de 20 aeronaves J 32B foram convertidas em aeronaves alvo e de jameamento, enquanto outras foram usadas para diversos testes de desenvolvimento. Três Lansens continuavam voando em 2012.

O Lansen serviu exclusivamente na Força Aérea Sueca e está representado em diversos museus na Suécia e no exterior.

Dados e desempenho
Motor: RR Avon Mk 47A/RM 6A, 6.520 hp com pós-combustor
Peso máximo de decolagem: 13.500 kg
Velocidade máxima: 1.125 km/h
Altitude máxima: 16.000 m