Pesquisa e Inovação além do Atlântico

O Brasil e a Suécia têm uma cooperação bem estabelecida e colaboram em diversos projetos na área da Aeronáutica. O conceito da Tripla Hélice, originário da Suécia em virtude da forte parceria que o país estabelece entre universidades, indústria e autoridades governamentais, e que é de interesse do Brasil, é
utilizado nos dois projetos em andamento descritos abaixo.

CISB – uma arena para a inovação aberta
O Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB) atua como uma arena para a inovação aberta e serve como um hub internacional, que identifica, desenvolve e apoia projetos de pesquisa que envolvem tecnologias avançadas, em vários setores. O CISB tem cinco áreas-foco e a Aeronáutica é uma delas.

O principal objetivo do CISB é contribuir com uma plataforma que permite aos pesquisadores de ambos os países conhecerem e trocarem experiências e conhecimentos. Um exemplo é a "Semana de Inovação Aberta", onde as partes interessadas de ambos os países se encontram em um esforço conjunto para promover a parceria entre os países. A "Semana de Inovação Aberta" concentra-se em como transformar uma boa ideia em um produto que seja capaz de chegar ao mercado e, assim, se tornar uma inovação.

"Ambos os países certamente se beneficiam desta parceria, podemos aprender uns com os outros e, quando unimos forças, nos tornamos mais fortes e melhores em pesquisa e em inovação", diz Stefan Andersson, diretor do curso de Gestão de Inovação Executiva.

Compartilhando conhecimento com as universidades
Trabalhar próximo às universidades é um dos pilares para se atingir um nível de sucesso em pesquisa e desenvolvimento. Na Suécia e na Saab há uma relação estreita com o meio acadêmico e isso é algo que o Brasil está interessado em se aprofundar. Uma maneira de se fazer isso é, em diferentes iniciativas, integrar as universidades suecas e brasileiras para o compartilhamento de conhecimento.

Uma dessas iniciativas é a "Professor Chair" em Aeronáutica no Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA) do Brasil, doado pela Saab e pelas universidades suecas. A "Professor Chair" significa que professores suecos selecionados têm a oportunidade de ficar no Brasil durante alguns meses, onde irão trabalhar em projetos de pesquisas comuns e participar de aulas. Isso cria uma grande aproximação e pode reforçar a cooperação no futuro. Petter Krus, da Universidade de Linköping, será o primeiro a ocupar a "Professor Chair."

"O Brasil tem uma grande quantidade de professores brilhantes. Não estou indo lá para ensiná-los a fazer pesquisa. A ideia é promover a inovação e a cooperação entre os dois países, o que irá fornecer as capacidades necessárias para a concepção de novas aeronaves", disse Kruss.

Se estiver interessado em saber mais sobre nossas parcerias de inovação e o poder da colaboração, acesse: Leia mais (Eng).