Defesa em foco

Defesa em Foco traz uma série de entrevistas com renomados especialistas em Defesa e Segurança, sobre temas locais e globais que impactam sociedades e nações.

 

As opiniões contidas nesta publicação não refletem necessariamente a opinião da Saab do Brasil e da Saab AB.

Change news list view
  • 2017

  • 1

  • O Instituto Rio Branco, criado em 1945, é uma instituição relativamente longeva em um país jovem como o Brasil. Braço do Itamaraty criado para recrutar, formar e treinar diplomatas, o Instituto promove anualmente os disputados concursos públicos que irão selecionar os profissionais mais aptos a desenvolver carreiras diplomáticas. Nessa edição do Defesa em Foco, o embaixador José Estanislau do Amaral Souza Neto, diretor geral do Instituto Rio Branco, explica porque o tema “Defesa, Segurança e Política Externa” entrou para a grade curricular do curso de formação de diplomatas brasileiros.

     

    O Instituto Rio Branco, criado em 1945, é uma instituição relativamente longeva em um país jovem como o Brasil. Braço do Itamaraty criado para recrutar, formar e treinar diplomatas, o Instituto promove anualmente os disputados concursos públicos que irão selecionar os profissionais mais aptos a desenvolver carreiras diplomáticas. Nessa edição do Defesa em Foco, o embaixador José Estanislau do Amaral Souza Neto, diretor geral do Instituto Rio Branco, explica porque o tema “Defesa, Segurança e Política Externa” entrou para a grade curricular do curso de formação de diplomatas brasileiros.

     

     
  • Nesta primeira edição do Defesa em Foco, o Prof. Oliver Della Costa Stuenkel, PhD em Ciências Políticas e coordenador da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) e do MBA em Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), é entrevistado sobre as mudanças no cenário global de defesa e segurança.

    Nesta primeira edição do Defesa em Foco, o Prof. Oliver Della Costa Stuenkel, PhD em Ciências Políticas e coordenador da Escola de Ciências Sociais (CPDOC) e do MBA em Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), é entrevistado sobre as mudanças no cenário global de defesa e segurança.